terça-feira, 27 de maio de 2008

AINDA HÁ QUEM SAIBA USAR A CABEÇA!

video

Com a devida vénia ao Professor Paulo Cafôfo.

domingo, 18 de maio de 2008

E OS VINTE E CINCO SÃO...

Depois de Luiz Felipe Scolari ter divulgado, na passada segunda-feira, a lista dos vinte e três que representarão a nossa selecção no Europeu de futebol que decorrerá na Áustria e na Suiça, esta quinta-feira foi a vez dos professores coordenadores do projecto com que a nossa escola se apresentou ao Concurso Rock in Rio Escola Solar anunciarem os vinte e cinco que participarão na visita cultural a Lisboa no âmbito daquele concurso. A deslocação a Lisboa insere-se no usufruto de um dos prémios individuais – os outros são certificados de participação no projecto, material escolar e T-shirts – pelo trabalho desenvolvido no âmbito do projecto Construção e instalação de aquecedores solares utilizando embalagens descartáveis, algo que alguns alunos, docentes e encarregados de educação parecem revelar alguma dificuldade em perceber já que, ao que parece, muitos acham que têm o direito de participar na referida visita, independentemente do “pormenor” de pouco ou nada terem feito em prol do projecto.
No sentido de premiar o trabalho e o mérito daqueles que efectivamente o têm na vitória alcançada pela nossa escola, desde muito cedo foram definidos critérios de selecção objectivos, justos e rigorosos, assentes em três parâmetros fundamentais: participação no projecto (1 a 10), aproveitamento (1 a 5) e comportamento (1 a 5). A conjugação da avaliação destes três parâmetros traduziu-se numa listagem ordenada (numa escala de 1 a 20) dos cerca de cinquenta alunos que evidenciaram interesse em participar na visita cultural, conforme se segue:
1. Alberto Silva, 8.º A;
2. Ana Nunes, 8.º B;
3. Sandra Barreto, 8.º A;
4. Décio Gonçalves, 7.º C;
5. Jonas Ferreira, 7.º C;
6. Diogo Teixeira, 7.º C;
7. André Fernandes, 5.º B;
8. Jéssica Garcês, 6.º C;
9. Fátima Rafaela, 8.º A;
10. Cláudia Patrícia, 6.º C;
11. Tânia Nascimento, 8.º A;
12. Beatriz Ornelas; 7.º B;
13. Ana Carolina, 8.º A;
14. Denise Pinheiro, 8.º A;
15. George Fernandes, 6.º B;
16. Udo Vital, 9.º A;
17. Gilberto Freitas, 6.º B;
18. Francisco Ornelas, 5.º C;
19. Michelle Gouveia, 8.º B;
20. António Danilo, 7.º B;
21. Pedro Luz, 6.º C;
22. Mara Carvalho, 7.º C;
23. Carlos Rodrigues, 7.º C;
24. Rúben Martins, 7.º C;
25. Gonçalo Gouveia, 6.º A.

Os alunos serão acompanhados pelos professores Paula Sacramento, Élia Rodrigues, Sara Santos, Gabriela Fontoura e Renato Azevedo.

domingo, 11 de maio de 2008

ENVEREDAR PELO AMBIENTE

Aproveitando a "aberta" proporcionada pelo decurso da semana do desporto escolar, o grupo disciplinar de Ciências da nossa escola levou a cabo, nas pretéritas quarta e sexta-feira, a actividade "Enveredar pelo Ambiente". Esta iniciativa, concretizada com a colaboração da Junta de Freguesia da Fajã da Ovelha, consistiu, para além da parte lúdico-recreativa, na realização de acções de limpeza de veredas: a vereda do Atalaia e a vereda de acesso ao miradouro da Raposeira (sobranceiro à freguesia do Paúl do Mar), dois dos itinerários pedestres mais calcorreados pelos turistas que nos visitam.
O programa de quarta-feira constou da realização do percurso entre a Raposeira e o Paúl do Mar, itinerário realizado pelos cerca de vinte alunos, quatro professores e funcionários da Junta de Freguesia local em pouco menos de três horas. Um tempo "pouco famoso" justificado pelos docentes organizadores com as frequentes paragens para desfrutar das magníficas panorâmicas. Chegados ao Paúl do Mar, e dadas as elevadas temperaturas que se faziam sentir, os alunos – consta que também alguns professores – não resistiram à tentação de se refrescarem/encharcarem com a preciosa água que corria numa das levadas locais.
Já na sexta-feira, em virtude de alguns dos participantes acusarem ainda a "ressaca muscular" da vereda anterior, o itinerário escolhido foi um pouco mais curto circunscrevendo-se à freguesia da Fajã da Ovelha. Não obstante, a quantidade de lixo recolhida pelos vinte alunos e três professores foi significativamente superior. A deslumbrante vista – a uma altitude de cerca de 400 m – sobre as freguesias do Paúl do Mar e Jardim do Mar foi o merecido prémio conquistado pelos participantes.
Entre as várias dezenas de quilos de lixo recolhidas pelos nossos alunos, realce para a grande quantidade de vidro e plástico abandonado pelos mais incautos nas bermas destes trilhos tão procurados pelos forasteiros, algo perfeitamente incompreensível até porque as nossas levadas e veredas constituem um dos principais cartazes turísticos da Região – e em particular da freguesia. É caso para dizer: não matem a galinha dos ovos de ouro!

A terminar, uma palavra de apreço para o Sr. José Luís Sousa, Presidente da junta de Freguesia da Fajã da Ovelha, autarca que confirma mais uma vez a sua enorme sensibilidade para este tipo de iniciativas ecológicas, materializada na disponibilidade e colaboração na concretização desta actividade, mormente pela disponibilização dos seus funcionários. O Ambiente agradece (e nós também).