segunda-feira, 25 de novembro de 2013

CLASSIFICAÇÃO CONCURSO "SUPER-ECO-RECOLETOR" (ATUALIZADA A 25 DE NOVEMBRO)

Mais de mil pilhas, sessenta e quatro tinteiros, trinta e duas baterias de telemóvel e duzentas e vinte e oito radiografias foram até à data recolhidas no âmbito da campanha de recolha de resíduos promovida pela coordenação Eco-Escolas, sob a designação concurso Super-Eco-Recoletor.
Conforme é do conhecimento geral, as pilhas e baterias de TM recolhidas têm por finalidade a participação da nossa escola no concurso Pilhão vai à Escola, iniciativa de âmbito nacional promovida pela Ecopilhas; os tinteiros serão alvo de valorização posterior revertendo o produto da respetiva venda para a criação de um fundo de maneio próprio da escola; e as radiografias para doação à AMI, Organização Não Governamental de cariz humanitário.
A tabela classificativa de Eco-recoletores está então ordenada da seguinte forma:
  1. André Duarte (6.º A) – 1159 pontos.
  2. Cláudia Lourenço (6.º A) – 878 pontos.     
  3. Henrique Nóbrega (6.º A) – 429 pontos.
  4. Ricardo Martins (6.º B) – 424 pontos.
  5. Diogo Lourenço (6.º A) – 245 pontos.
  6. Bruno Macedo (6.º A) – 108 pontos.
  7. Micaela Setim (6.º A) – 69 pontos.
  8. Samanta Ferreira (7.º A) – 28 pontos.  
Se ainda não contribuíste para esta iniciativa vais ainda muito a tempo de o fazer já que, este ano, a grande novidade é a atribuição de prémios, para além dos três primeiros classificados, a todos os participantes!
A classificação é atualizada quinzenalmente, sendo a sua divulgação realizada através do nosso painel Eco-Escolas e deste blogue.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

ALUNOS DO 1.º CICLO REPRESENTAM CALHETA NO "FLORESTAR PORTUGAL 2013"


No âmbito da iniciativa Florestar Portugal 2013, atividade de âmbito nacional promovida pela AMO Portugal (Associação Mãos à Obra Portugal) evocativa do Dia da Floresta Autóctone (23 de novembro), cerca de vinte alunos do 1.º Ciclo da nossa escola participaram na manhã de hoje numa ação de arborização que decorreu no Paúl da Serra.
A zona de lazer dos Estanquinhos foi o local escolhido para a concretização desta ação, que consistiu da plantação de cinquenta e duas árvores de espécies autóctones da Região (faia das ilhas, urze, uveira da serra e loureiro), resultado de uma parceria tripartida entre a entidade organizadora – Câmara Municipal da Calheta –  Direção Regional de Florestas e Conservação da Natureza (DRFCN) e a nossa escola.
DRFCN que deu desta forma “o pontapé de saída” na evocação do Dia da Floresta Autóctone já que, para além desta atividade, aquela direção regional tem preparado um programa destinado às escolas, a decorrer na semana de 25 a 29 de novembro, a propósito do Dia da Floresta Autóctone. Assim, tendo por público-alvo toda a comunidade escolar das instituições escolares que demonstrarem interesse nesse sentido, a DRFCN está a promover a palestra "A Floresta do meu Concelho", atividade que prolongar-se-á até ao dia 11 de dezembro, por forma a assinalar o Dia Internacional das Montanhas.
De referir que à iniciativa Florestar Portugal 2013, aderiram apenas três municípios da Região: Calheta e Porto Santo, cuja coordenação concelhia é da responsabilidade das respetivas câmaras municipais e Machico, concelho em que a organização e coordenação da iniciativa encontra-se a cargo dos Escoteiros do Porto da Cruz. Uma adesão muito aquém do esperado, ainda para mais se atentarmos no facto de que a Madeira é detentora da quase totalidade da área de implantação da floresta Laurissilva, reconhecida pela UNESCO património natural da humanidade.
Consulte as notícias publicadas no Diário de Notícias da Madeira e Diário Cidade sobre esta iniciativa, clicando nos respetivos links.     
 

sábado, 16 de novembro de 2013

"RECURSOS HÍDRICOS NA RAM": À SEGUNDA FOI DE VEZ!

É caso para dizer que à segunda foi de vez! Depois de cancelamento de que foi alvo na passada sexta-feira, dia 08 de novembro, a ação de sensibilização “Recursos Hídricos da RAM” concretizou-se finalmente, ontem.
Mais uma vez com lotação esgotada - conforme atestam as fotos - , assistiram à realização da referida iniciativa cerca de oitenta pessoas, fundamentalmente alunos do 3.º ciclo. Esta ação, dinamizada pelo Grupo Disciplinar de Ciências em colaboração com a Coordenação Eco-Escolas, foi orientada pelo Eng.º Paulo Jervis, técnico superior da Investimentos e Gestão de Água, S.A. e teve como objetivo sensibilizar os elementos da comunidade escolar presentes para um problema que não é de ninguém em particular mas que respeita a todos no geral: a preservação dos recursos hídricos disponíveis na R.A.M. 
Recorde-se que esta iniciativa esteve inicialmente agendada para a passada sexta-feira mas que, por razões decorrentes da greve geral da função pública que se verificou naquela data, a escola viu-se na obrigatoriedade de a adiar, visto que aquele estabelecimento de ensino encerrou portas no turno da tarde do mesmo dia.
Pode consultar a notícia publicada no Diário Cidade aqui.
 

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

PALESTRA "ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL" DECORREU ONTEM NA NOSSA ESCOLA

Com a sala de sessões da nossa escola literalmente “a rebentar pelas costuras” - conforme atestam as fotos - cerca de oitenta pessoas, entre alunos e professores, assistiram ontem à primeira sessão da palestra “Alimentação Saudável”, uma iniciativa do Grupo Disciplinar de Ciências.
A referida ação foi orientada pela nutricionista Sónia Freitas, que ministrou ainda uma segunda sessão para alunos e docentes do 1.º Ciclo e Pré-Escolar da escola, já que, nesta como noutras questões, está cientificamente comprovado que de “pequenino é que se torce o pepino” – crianças que desenvolvem desde cedo hábitos de alimentação saudável apresentam grande probabilidade de os manterem ao longo da vida – daí a importância de uma abordagem a este tema cada vez mais cedo.

À margem desta atividade, decorrerá hoje, pelas 15h00, outra ação também ela dinamizada pelo Grupo Disciplinar de Ciências, em colaboração com a Coordenação Eco-Escolas, designadamente a ação de sensibilização “Recursos Hídricos na RAM”. Recorde-se que esta iniciativa esteve inicialmente agendada para a passada sexta-feira, dia 08 de novembro, mas que, por razões decorrentes da greve geral da função pública que se verificou naquela data, os responsáveis viram-se na obrigatoriedade de a adiar, visto que a escola encerrou portas no turno da tarde do mesmo dia. O orador da iniciativa é o reputado engenheiro Paulo Jervis, técnico superior da Investimentos e Gestão da Água, SA.

Pode consultar a notícia publicada no Diário de Notícias da Madeira aqui   

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

OLIMPÍADAS PORTUGUESAS DE BIOLOGIA (OPB)

http://ordembiologos.pt/olimpiadasportuguesasbiologia/index_j.html
Na impossibilidade de participarmos este ano letivo nas Olimpíadas do Ambiente – a XVIII organização foi cancelada pelo facto de a comissão organizadora do evento não ter conseguido assegurar o financiamento necessário para o desenvolvimento desta edição – um projeto cujo formato de organização enquadrava-se mais na tipologia da nossa escola, já que, na categoria júnior daquela prova poderiam participar alunos do 7.º ao 9.º ano de escolaridade, iremos fazer este ano a nossa estreia nas Olimpíadas Portuguesas da Biologia.
Não obstante as Olimpíadas Portuguesas da Biologia apresentarem, comparativamente às Olimpíadas do Ambiente, a “desvantagem” de possibilitarem a participação, no caso da nossa escola, apenas aos alunos do 9.º ano de escolaridade, apresentam “em seu favor” o facto de serem mais abrangentes nos temas abordados, não se limitando apenas à temática da Ecologia. Deste modo, a nossa escola já está inscrita na categoria júnior (alunos de 9.º ano) da edição 2013/2014 das Olimpíadas Portuguesas da Biologia.
Lembramos que a participação portuguesa nas Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia  (OIAB) 2013 foi a melhor de sempre, tendo Portugal conquistado duas medalhas de prata, uma medalha de bronze e um Diploma de Mérito neste certame internacional.
No ano letivo transato a participação nas Olimpíadas Portuguesas da Biologia (categorias júnior e sénior) registou uma participação superior a 15 000 alunos! Atendendo a que este constitui o nosso ano de estreia no projeto, temos como meta para a participação nesta edição o apuramento de pelo menos um aluno para a final nacional!
Mais informações (regulamento, testes de edições anteriores, etc.) aqui.


 

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

O PLANETA LIMPO DO FILIPE PINTO

No âmbito da parceria entre o Programa Eco-Escolas, a empresa Betweien, Challenge and Success (www.betweien.com | www.facebook.com/betweien) e o músico Filipe Pinto, durante os próximos meses, o projeto de educação ambiental “O Planeta Limpo do Filipe Pinto” percorrerá o país, com apresentações nos estabelecimentos de ensino que solicitarem a sua realização.
Este projeto, dirigido para alunos (as) dos 8 aos 12 anos de idade, engloba um Livro, um Jogo Multimédia, um CD e um DVD, desenvolvidos em coautoria por Filipe Pinto - músico, cantor e compositor, vencedor da edição de 2010 do Programa Ídolos - e Narciso Moreira - Diretor de Projetos da empresa Betweien.
Todos os formatos do projeto estão alicerçados nos mesmos conteúdos e estruturados em quatro temáticas específicas - a “Água”, a “Floresta”, a “Reciclagem” e os “Solos” – com o objetivo de sensibilizar e promover, junto dos mais jovens, comportamentos ambientalmente responsáveis.
Em todas as apresentações realizadas, será possível a aquisição do Livro e do Jogo Multimédia do projeto e de alguns produtos de merchandising associados ao mesmo. O preço de tabela do pacote “Livro e Jogo Multimédia” é de 9,90 €, para o público em geral. No entanto, no âmbito da parceria estabelecida com a empresa Betweien, para todas as escolas inscritas no Programa Eco-Escolas será tabulado e vendido a um preço especial de 8 € (Livro e Jogo Multimédia).

Para mais informações poderá consultar o site da iniciativa ou a respetiva página no facebook aqui  

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

AÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO “INTRODUÇÃO À AGRICULTURA BIOLÓGICA” E RECURSOS HÍDRICOS DA RAM”

Como é do conhecimento geral não se realizou no passado dia 08, data para a qual estava inicialmente agendada, a ação de sensibilização “Recursos Hídricos na RAM”. As razões que obrigaram à não realização daquela atividade, na data prevista, resultam da greve geral da função pública que se verificou naquela data e que, como sabemos, obrigou a que a escola tivesse de encerrar no turno da tarde.
No entanto, realizou-se na manhã daquele dia (08 de novembro) outra ação de sensibilização que teve por público-alvo os alunos do 2.º ciclo da nossa escola, subordinada ao tema “Introdução à Agricultura Biológica”. Esta iniciativa, que contou com a colaboração técnica da Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária Biológica, teve por finalidade dar a conhecer o conceito de agricultura biológica e as vantagens inerentes a esta prática, por forma a operacionalizarmos a sua introdução na escola, através da criação, para muito breve, de uma horta biológica.
Relativamente à ação de sensibilização Recursos Hídricos na RAM, decidimos – Grupo Disciplinar de Ciências e Coordenação Eco-Escolas – após considerarmos a pertinência do tema em discussão e o facto de se tratar de um assunto que a todos diz respeito, protelar a sua concretização para a próxima sexta-feira, dia 15 de novembro, com início pelas 15h00 (contrariamente às 14h30 previstas no dia 08). Tal adiamento só foi possível devido à inestimável compreensão e colaboração da Investimentos e Gestão de Água, S.A.
 

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

E ASSIM FOI A NOSSA PARTICIPAÇÃO NO "WORLS DAYS OF ACTION"...


In the week between the 4th and 8th November, students from our school , following the initiative World Days of Action , put their efforts to the reuse of materials, including cork, for the construction of utensils in cork, including carpets, pots and bases for planters. The main goal of this action is to raise awareness for the preservation of this resource (cork) as a raw material and for the cork oak tree from which it is extracted. We also began a campaign aiming at collecting clothes, non-perishable food and toys for the celebrations of the International Day for the Eradication of Poverty, in order to to call the attention for  the possibility (we even say, the need) to combine the environmental cause to solidarity. Therefore, some school students built three containers of cardboard using reused boxes with the purpose of collecting donations which aim to be given to CASA (Support Center to Homelessness in Madeira). Today, November 8th, we also promote another initiative to raise awareness on the theme ”Introduction to Organic Farming”, aimed at the whole school community.
Na semana de 4 a 8 de novembro os alunos da nossa escola, no âmbito da iniciativa World Days od Action,  dedicaram-se à reutilização de materiais, designadamente rolhas, para a construção de utensílios em cortiça, nomeadamente tapetes, bases para panelas e floreiras. Esta ação tem por principal objetivo sensibilizar para a preservação deste recurso (cortiça) enquanto matéria-prima e dos sobreiros, árvore a partir da qual a mesma é extraída.
Iniciámos de igual modo uma campanha de recolha de roupas, alimentos não perecíveis e brinquedos, no âmbito das comemorações do Dia Mundial de Erradicação da pobreza, no objetivo de sensibilizar para a possibilidade (diríamos mesmo, a necessidade) de aliar a vertente ambiental à solidariedade. Nesse sentido alguns alunos da escola construíram três recipientes em cartão, com recurso à reutilização de caixas usadas, para a recolha daqueles donativos, cujo produto de recolha será entregue à C.A.S.A. (Centro de Apoio aos Sem Abrigo) da Madeira.
Hoje, dia 08 de novembro, promovemos ainda uma outra iniciativa, uma ação se sensibilização subordinada ao tema “Introdução à Agricultura Biológica”, destinada a toda a comunidade escolar.

Mais informações no link da iniciativa. Ah e, já agora, se gostou clique "gosto" na página. Obrigado!

CLASSIFICAÇÃO CONCURSO "SUPER-ECO-RECOLETOR" (ATUALIZADA A 08 DE NOVEMBRO)

No âmbito do concurso Super-Eco-Recoletor, campanha de recolha de pilhas, baterias de telemóvel, tinteiros e radiografias inutilizadas, ação promovida pela coordenação Eco-Escolas, cumpre-nos informar que, no que diz respeito a pilhas, recolhemos já, este ano letivo, cerca de seiscentas pilhas. Conforme é do conhecimento geral, o produto desta recolha destina-se à participação da nossa escola no concurso Pilhão vai à Escola, promovido pela Ecopilhas.
Quanto a tinteiros e baterias de telemóvel, angariámos até ao momento, sessenta e quatro tinteiros e trinta baterias de TM. Relativamente a radiografias, recolhemos já duzentas e dezoito unidades daqueles resíduos, para doação à AMI!
A tabela classificativa de Eco-recoletores está então ordenada da seguinte forma:
  1. André Duarte (6.º A) – 901 pontos.
  2. Cláudia Lourenço (6.º A) – 503 pontos.
  3. Ricardo Martins (6.º B) – 424 pontos.
  4. Henrique Nóbrega (6.º A) – 404 pontos.
  5. Diogo Lourenço (6.º A) – 245 pontos.
  6. Bruno Macedo (6.º A) – 108 pontos.
  7. Micaela Setim (6.º A) – 69 pontos.

Se ainda não contribuíste para esta iniciativa vais ainda muito a tempo de o fazer já que, este ano, a grande novidade é a atribuição de prémios, para além dos três primeiros classificados, a todos os participantes!

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

GERAÇÃO DEPOSITRÃO 6: DE GERAÇÃO PARA GERAÇÕES

Fruto de uma parceria entre a ERP Portugal e o Programa Eco-Escolas (ABAE), o projeto Geração Depositrão visa (in) formar as crianças e jovens e através deles a população em geral, acerca da importância do adequado encaminhamento dos Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE), pilhas e acumuladores.
Na 6ª edição do Geração Depositrão desafiam-se as escolas a realizarem atividades de sensibilização para a deposição correta dos REEE, passando a escola a funcionar como ponto de recolha na zona envolvente. Poderão ainda participar num conjunto de desafios incluídos nas atividades criativas.

ATIVIDADE DE RECOLHA:

Recolha de todo o tipo de REEE e pilhas/acumuladores (atividade não disponível nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores).    

ATIVIDADES CRIATIVAS:

1.    Recriar: constrói o teu Depositrão (todos os graus de ensino)

A Escola deverá construir um depositrão para recolha de pequenos REEE, divulgá-lo e promovê-lo como ponto de recolha na comunidade.  

2.    Escrita criativa: histórias da Geração Depositrão.

Construção de uma história coletiva envolvendo as crianças do grupo-turma segundo a técnica de escrita criativa. A história deverá remeter para as 3 gerações (alunos, pais, avós), promovendo a pesquisa dos equipamentos caraterísticos destas diferentes gerações.

3.    Upcycling: constrói um monumento da tua terra.

Pretende-se que seja dado a conhecer um pouco da região onde se localiza a escola através da realização de uma escultura ou instalação, que reproduza tanto quanto possível, um monumento existente no concelho.
A pesquisa junto das autarquias poderá ser uma ajuda no desenvolvimento do trabalho.  Por outro lado, a recolha de testemunhos de várias gerações sobre o monumento escolhido deverá fazer parte do trabalho.
Um dos objetivos deste desafio é a construção de uma exposição nacional onde as diversas regiões estejam representadas e identificadas através destas peças criadas pelas Eco-Escolas.

4.    Filme de animação: Spot REEE.

Pretende-se a realização de um spot sobre REEE que, de forma criativa, motive para a sua deposição seletiva e contribua para um maior conhecimento sobre o tema.

A apresentação dos trabalhos a concurso, nas diferentes categorias, deverá realizar-se até 30  de maio, impreterivelmente. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas aqui!
A nossa escola já está inscrita!

 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

PASSATEMPO MENSAL - SER ECO COMPATÍVEL (NOVEMBRO)

http://euphorbia.m-iti.org/be-eco-app/choose_journey.html
 
Tal como nos meses anteriores somos a divulgar aqui no nosso blogue o passatempo “Ser Eco Compatível”, um concurso de escrita criativa que tem por finalidade a construção de uma frase que inclua obrigatoriamente as palavras publicadas no site do PNM e que, como é do conhecimento dos mais atentos, mudam mensalmente. Consulte o regulamento desta iniciativa aqui.
Mês de novembro, palavras obrigatórias: mar, poluição, Eco, juntos, vida marinha. O prémio para o vencedor deste mês é uma t-shirt Eco compatível!


PS: Aproveite e clique na imagem para jogar ao "ser Eco, agir pelo nosso futuro"!

 

domingo, 3 de novembro de 2013

A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Uma das explicações para o facto de o mundo estar hoje "ao contrário"! Enquanto os decisores políticos não "perceberem" que o desenvolvimento sustentável assenta na relação sinergética entre estes três pilares: economia, sociedade e ambiente... nada feito! Enquanto imperar esta lógica (?!) de gastar 10 Kcal para produzir alimentos com 1 Kcal ou de gastar 10 € para produzir alimentos vendidos a 1 €, obviamente que tudo colapsa!    
 
 

Michael Pollan's Food Rules from Marija Jacimovic on Vimeo.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

O NOSSO BLOGUE NO "BIOSFERA" DA RTP 2

video
 
Foi há já quase cinco anos (completam-se agora neste mês de novembro) que o programa Biosfera, magazine semestral da RTP 2 dedicado à educação para a sustentabilidade, nos presenteou com esta enorme honra!
Cada vez que revejo este clip só me ocorre um sentimento: orgulho (muito)!
  
  
 

AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO “RECURSOS HÍDRICOS NA RAM” E ANÁLISE DA QUALIDADE DA ÁGUA DA ESCOLA

Numa organização do Grupo Disciplinar de Ciências e da Coordenação Eco-Escolas, decorrerão no próximo dia 08 de novembro (sexta-feira), na sala de sessões da nossa escola, pelas 14h30, as atividades ação de sensibilização Recursos Hídricos da RAM e Análise da qualidade da água da escola. Tratando-se de um assunto que a todos diz respeito, esta iniciativa tem por destinatários toda a população discente da escola (à exceção dos alunos do 1.º ciclo e pré-escolar), bem como os professores e pessoal não docente que, sem prejuízo do funcionamento dos respetivos serviços, possa àquela hora estar presente.
Pretende-se com esta atividade sensibilizar mas, mais do que isso, alertar para a problemática da gestão e consumo sustentável de Água enquanto recurso vital, com particular enfoque para a situação da Região Autónoma da Madeira já que, contrariamente àquilo que constitui pensamento generalizado, os recursos hídricos da R.A.M. não são inesgotáveis.
Com a realização da atividade Análise da qualidade da água da escola a finalidade é aferir a qualidade da água da escola através da realização de simples análises de alguns parâmetros físico-químicos e bacteriológicos da mesma.